Artigos Destaque

A REALIDADE DO ESPORTE NO BRASIL (606)

Acompanhando uma serie de entrevistas que ocorre no programa Bola da Vez da ESPN, na semana passada o de Joanna Maranhão, nadadora olímpica brasileira me chamou muito atenção em seus relatos sobre sua vida e sobre o que envolve a natação como esporte no Brasil.

Ela conta abertamente tudo que passou em sua vida desde quando decidiu entrar para a natação. Além dos treinamentos duros,  a dificuldade financeira e teve o abuso que ela sofreu com nove anos de idade pelo seu próprio treinador.

Fiquei ouvindo atentamente tudo que ela falou e o que marca é a forma que o CBDA (Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos), tratou o caso de abuso e como vem tratando ela desde que se  manifestou sobre esse fato.

Isso ficou martelando em minha mente, como o Brasil trata seus atletas de uma forma secundaria e quando o atleta interessa financeiramente as Confederações, ele se torna um queridinho da mídia.

fadebate_cbda

Como a Joanna, quantos atletas passaram ou passam por isso? Que preferem ficar no anonimato para evitar represaria ou até mesmo para evitar perder algum patrocínio que a Confederação ou o Comitê Olímpico tenha disponibilizado, pois para muitos essa forma de patrocínio, é a única forma de poder se manter.

De toda forma isso criou uma ponta de duvida em minha mente? Até que ponto vale passar por isso?

A resposta é curta e clara, amor ao esporte.

Joanna num determinado momento se aposentou, pois não conseguia mais nadar. Mas voltou por amor e para bradar ainda mais alto pelos seus direitos e quando fez isso, tanto a CBDA e o COB começaram a trata-la como um fardo, chegando ao ponto de dar um ajuda de custo invés de pagar pelo seu real valor.

Isso é uma pequena parte que ficamos sabendo o que acontece no esporte brasileiro, quando alguém tem coragem de falar, imagine se todos se manifestassem e mostrasse a sua verdadeira força. Mas infelizmente muitos preferem não falar e nem tomar partido, devido a mão de ferro que o Sr Carlos Nuzman trata os atletas.

Confira um trecho do Bola da Vez e um documentário que foi realizado pela ESPN



Precisamos mudar tudo isso.  Esse fato não é apenas uma particularidade da natação, mas sim um mal que esta instalado no esporte brasileiro.

Fica aqui o alerta!

Futebol Alegria e Debate, o seu portal do esporte.

Um grande e forte abraço

andre_soares_portal