Colunista Bruno Pavan Destaque

CORINTHIANS: DESAFIO 2013

O Corinthians terminou o ano de 2012 como o time a ser batido. Com um belo jogo coletivo, misturava grande oportunismo no ataque com uma defesa fortíssima e ganhou quase tudo que disputou.

O ano virou. Nenhum titular foi embora e bons reforços vieram. Mas o que era pra ser a continuação de um 2012 de glória, começa com um 2013 diferente.

O excesso de empates não é lá uma grande novidade para os corintianos. São seis em 11 jogos do Paulistinha. A novidade é a quantidade de gols tomado. Em três jogos da Libertadores já foram dois. No Estadual, 11. Oito nas últimas cinco partidas. A maioria deles, gols bobos.

A defesa é igual. A única diferença é a entrada de Gil no lugar do contundido Chicão. O zagueiro, que veio da França, sofreu um pouco nos primeiros jogos, mas ninguém pode dizer que ele foi mal nos últimos jogos. Inclusive, comeu a bola contra o Santos.

O que está faltando é atenção. Não sei se o sangue nos olhos é o mesmo do ano passado. Seguir com um elenco igual ao de um ano que ganhou tudo pode ser perigoso por conta disso. Será que os jogadores vão ter a mesma motivação? Vão correr para defender um título que já conquistaram um ano antes?

Acho o time de 2013 muito interessante, porém diferente do de um ano antes, principalmente o do primeiro semestre. No lugar de dos atacantes mais rápidos e de pouca presença na área, dois centroavantes no time titular. Não é hora, ainda de se preocupar. Talvez a motivação venha com os desafios maiores.

Bruno Pavan

bruno.pavan@yahoo.com.br

bruno.pavan@andressoares.com