Artigos Destaque

CRISE SEM FIM (596)

Todos os clubes sempre passam por  crises intermináveis. Outros duram mesmo e outros duram mais tempos que imaginam. Nesse caso a crise do São Paulo que sempre foi mascarada, hoje veio à tona e parece que não vai terminar tão cedo assim. Tudo bem que essa crise vem a mais ou menos uns cinco anos.

O clube sempre se intitulou modelo de organização, com melhor centro médico para recuperar seus jogadores, ou até mesmo quem vinha de outros clubes e o clube onde todos queiram jogar. Sem dúvida que tudo isso, teve um período que realmente aconteceu.

Acredito que isso aconteceu num momento, onde o falecido Marcelo Portugal Gouvêa presidiava o clube com muita sabedoria e aproveitou o momento em que os demais clubes não eram organizados. Fez com que o São Paulo fosse reconhecido mundialmente.

fadebate_juvenal_juvencio

Com o passar do tempo, os demais clubes começaram a se organizar e a melhorar suas condições. E assim melhoram estrutura, centro médico e a disputar jogadores para montar grandes elencos. Na contra mão desse desenvolvimento, o São Paulo começou a derrapar e se vê dentro de uma crise que não tem fim.

A crise foi implodida pelo Sr Juvenal Juvêncio, que arrumou discórdia com todos. Brigou com outros clubes, chegando a dar pedaladas  para tirar jogador e treinador com contrato vigência, ele fez isso.   Colocou a baixo uma estrutura que para fora era a melhor, mas dentro era uma torre de babel.

Podemos notar que nas gestões do Sr Juvenal Juvêncio, ele tentou de todas as formas mascarar, mas não conseguiu. Então veio à tona problemas com a categoria de base, com contratos de jogadores, apoio do clube a torcedores organizados, compra de votos diante aos conselheiros, culminando com atraso de salários de jogadores e de funcionários.

A sua saída era iminente e necessária.

Com as eleições próximas, o que o Sr Juvenal Juvêncio fez? Como todos fazem. Procurou um substituto para assumir seu lugar e assim acobertar os problemas que uma gestão duradoura e com o formato de uma ditadura tem. O nome escolhido foi do Sr. Carlos Miguel Aidar. Com tudo organizado e armado, o Sr Aidar foi aclamado novo presidente do São Paulo por unanimidade.

Era sinal de mudança, mas isso foi até virar a primeira página, porque o Sr Juvenal Juvêncio ocupava o cargo de Vice Presidente de futebol, concluindo, continuaria mandando no clube.

fadebate_aida

Mas o que ninguém esperava era que o novo presidente iria colocar suas manhas né fora, logo de cara.  Primeira coisa feita foi brigar com Sr Juvenal que se retirou e tirou todos os que estavam na gestão, deixando o caminho aberto  para Aidar fazer o que quisesse no São Paulo.

A primeira mudança e crucial realizada, foi colocar a empresa da sua namorada para discutir e negociar patrocínios ao clube. Isso caiu muito mal, pois Aidar estava levando uma bolada, como intermediador de contratos para o próprio clube, pior de tudo, é que ele assinava os contratos que ele mesmo intermediava.

Outro fato terrível que o presidente Aidar esta fazendo é com a compra de jogadores. O jogador era comprado por um clube intermediário por um preço mais baixo e depois era repassado para o São Paulo pelo dobro do valor. O que chamava atenção, que o valor acrescido ia para o bolso do presidente.

Quando a situação está pior, a tendência é piorar ainda mais.

Nesse interim o vice presidente de futebol Ataíde Gil Guerreiro que até então estava de acordo com tudo, de repente resolveu agir contra presidente. Fez gravações de conversas, mandou e-mail amaçando e chegou até desferir socos ao presidente Aidar em reunião de diretoria.

Agora, ele se entitula o salvador da pátria. Será? Duvido muito das boas intenções dele.

fadebate_ataide

Quem perde com tudo isso, é o clube que vem caindo no discretivo, perde jogadores, perde treinadores e perde profissionais que estão se desiludindo com tudo que vem acontecendo no clube anos.

A sua torcida tem que entender que agora o clube vai passar por um momento complicado de estruturação e se começar a sair jogadores, não se irritem, pois essa será a tendência natural de um clube em crise.

Na minha opinião, vai terminar tudo em pizza como sempre termina uma crise dentro de um clubes de futebol. Por que se ajeita aqui e ali, com os próprios conselheiros vendendo seu voto para fazer o que for melhor para seu bolso.

A grande pergunta a ser respondi é como o São Paulo vai sair dessa situação e quanto tempo tudo isso vai durar?

Futebol Alegria e Debate, o seu portal do esporte.

Um grande e forte abraço,

andre_soares_portal