Colunista Fúria Destaque

ENTREVISTA – GABI RIBEIRO JOGADORA DE BASQUETE DO SESI

Continuando a séria de entrevista que vem sendo realizado pelo colunista Fúria, hoje vamos conhecer um pouco mais da Gabi Ribeiro, jogadora de basquete do SESI. 

Nome: Gabi Ribeiro

Profissão: Estudante

O que faz atualmente: Jogadora de Basquete 

FAD – Como conheceu o basquete e por qual motivo passou a praticá-lo? Isto é, qual foi o diferencial que ele te ofereceu e diferenciou dos demais esportes?

GB –  Conheci o basquete quando tinha cerca de 7 anos e meio. Eu jogava volêi, sempre gostei mais, mas o professor nunca ia para os treinos o que me deixou desmotivada. Minha irmã tinha começado no basquete e como queria praticar alguma coisa acabei indo treinar com ela. Me apaixonei desde o primeiro treino e desde então nunca mais parei.

FAD – Além do basquete o que mais você acompanha ou pratica?

GR –  A única coisa que faço além de praticar é acompanhar alguns jogos da NBA.

fadebate_gabi_ribeiro1

FAD – Já participou de campeonatos? Quantas medalhas e troféus coleciona até aqui?

GR – Já participei de vários campeonatos, desde os meus 8 anos participo de uns “festivais” de treinamento. Quando completei 10 anos eu comecei a jogar campeonatos mais sérios como a federação paulista, que jogo ate então, isso pelo clube. Sempre joguei também os campeonatos escolares, até 2012 joguei a OCG (Olimpíadas Colegiais Guarulhense), a partir daí fui para o Colégio Amorim onde jogamos campeonatos maiores, como o estadual e brasileiro. No primeiro ano não obtivemos sucesso, mas ano passado fomos campeãs do Jogos da Juventude, que é o campeonato brasileiro, da primeira divisão. Fui campeã em 2014 com o Sesi do Encontro Sul-Americano sub-17 e nesse mesmo ano fomos campeãs da chave prata da Federação.

FAD – Você soube dos escândalos envolvendo a CBB? O quão isso pode ser prejudicial para a prática de esportes aqui no Brasil?

GR –  Eu fiquei sabendo de alguns. Isso é muito prejudicial tanto para o feminino quanto o masculino, mas principalmente para as categorias de base que acabam perdendo muitas vantagens e são desmotivadas.

FAD – E quais foram as maiores dificuldades que você já enfrentou para praticar ou até mesmo durante os jogos no basquete?

GR – Sempre tive uma grande dificuldade de saber lidar com as derrotas, por levar o esporte a sério demais nunca me permiti errar e quando errava era um problema grande. Isso sempre me atrapalhou muito. Uma das maiores dificuldades que tive que enfrentar foi no final do ano passado para o começo desse ano onde o Sesi havia cortado todas as categorias do basquete feminino e recebi uma proposta para ir para um time muito bom, mas tinha um problema de distância da minha casa que eu não teria tempo para estudar. Foi uma decisão muito difícil pois mudaria o rumo de um ano inteiro e eu não poderia voltar atrás. Decidi ficar no Sesi (que está sendo patrocinado por Póa e Osasco para conseguir continuar no campeonato), pois seria um ano que teria que focar nos estudos para conseguir entrar em uma boa faculdade no próximo ano, já que no esporte feminino eles não nos dão uma boa base para conseguir fazer as duas coisas.

FAD – Agora fale um pouco sobre a Gabriela Ribeiro que fala aos leitores do Futebol, Alegria e Debate. Conte hobbies, manias, gostos pessoais e como passa o tempo quando não está jogando basquete!

GR –  Eu tenho 16 anos e passei maior parte da minha vida dentro de quadra ou treinando ou jogando. Eu gosto muito de ver séries, assistir filmes, documentários e coisas do gêneros, e também gosto muito de ler, é praticamento apenas isso que faço quando não estou ou treinando ou estudando.

FAD – Conte pra nós também quais são seus ídolos e inspirações. Seja dentro ou até mesmo fora dos esportes.

GR – Um dos meus maiores ídolos atualmente é o Stephen Curry, ele é uma grande inspiração pra mim.

fadebate_gabi_ribeiro

FAD – Qual é o calendário do SESI para as próximas semanas e meses?

GR – Vamos jogar muitos campeonatos esse ano como Federação, NCB, copinha, jogos regionais e etc. Nossos próximos jogos estão marcados para o dia 19/03 e 20/03.

FAD – Deixe uma mensagem para os leitores do Futebol Alegria e Debate!

GR – Quando você quer alguma coisa na vida é sempre importante se dedicar ao máximo para isso, incansavelmente para conseguir ter sucesso, se você fizer as coisas pela metade irá ter sucesso pela metade. Sempre acredite que se você fizer isso no máximo, pode demorar, pode parecer impossível, mas você conseguirá!

Esses são os nossos atletas do futuro, por isso o Futebol Alegria e Debate, sempre vai apoiar e lutar para que o esporte no Brasil sempre avance e nunca cai no esquecimento.

Futebol Alegria e Debate, com você nas Olimpíadas

Abraços,

furia_portal