Colunista Bruno Pavan Destaque

ESPORTE IMPORTÂNCIA CIDADÃ

Muita gente diz que esporte não é uma coisa a ser levada a sério. É diversão. Passatempo e, algumas vezes, tiração de sarro. Devemos nos preocupar com assuntos mais sérios do que esses, afinal, ninguém vai sair da pobreza se o país ganhar mais ou menos medalhas nas Olimpíadas.

Então devemos dizer isso aí para as mulheres da Arábia Saudita, que tiveram representadas pela primeira vez em Londres pela sua delegação? Ou para o time de futebol norte-coreano, que não entrou em campo por conta de um erro ridículo da organização que trocou a bandeira do seu país pelo vizinho (e inimigo) do Sul.? Que tudo isso é bobagem?

O esporte é sim coisa muito séria. Começa na escola ensinando as crianças o respeito pelo adversário, a concentração, a dedicação nos treinos. Quem vê o esporte como prioridade, se desenvolve. Basta traçar um paralelo do quadro de medalhas com os países mais desenvolvidos do planeta. Superaram a balela de dizer que o esporte é secundário e investiram pesado. Deu resultado.

Serve pra vermos o que o nosso corpo pode alcançar. Atletas com dois braços, duas pernas e dois olhos, como a maioria de nós, desafiam o limite humano e fazem história. Michael Phelps nadando é coisa para se guardar e mostrar para gerações futuras. Quem não consegue ver nada de extraordinário nisso, no meu modo de ver, precisa pedir ajudar profissional.

Que as meninas sonhem em ser Maurren. Os meninos, em ser Ciello. Um dia podem chegar lá. Ou não. Mas terão orgulho de seu ídolo esportista. Coisas que os chatos nunca entenderão.

Bruno Pavan

bruno.pavan@yahoo.com.br

bruno.pavan@andressoares.com