Artigos Destaque

FUTEBOL EU TE AMO (623)

Nasci em uma época dura para o Brasil, foi simplesmente no meio da ditadura, onde as únicas paixões que meu pai pode me ensinar, era o amor pela liberdade e o amor pelo futebol.

A primeira vez que pude entrar num estádio, foi no glorioso Cícero Pompeu de Toledo, o mais conhecido como Morumbi, para poder assistir Corinthians 3×1 São Paulo, na final do Paulista de 1982. Onde tínhamos duas equipes fortes, mas a Democracia Corintiana, levou a melhor.

Ali nascia o amor pelo futebol. Ali nascia a paixão por esse esporte que traz alegrias, traz tristezas e traz momentos inesquecíveis.

Com o passar dos anos, muitas coisas foram mudando dentro do futebol. 

Principalmente dentro do futebol brasileiro, acompanhados muitas falcatruas, presidentes da CBF sendo presos, times falidos e com isso o reflexo afeta diretamente os clubes e os jogadores.

A torcida mais apaixonada, começa a se afastar dos estádios, dando espaço aos torcedores violentos, intolerantes que se escondem atrás do esporte para pode cometer seus crimes e ficam impunes.

Teve um momento que pensei em abandonar os estádios e não acompanhar o meu time de paixão, mas quando a minha filha nasceu, meu pai pegou ela no colo, a primeira coisa que pensei foi de mostrar para ela, a mesma paixão que meu pai havia me mostrado, que era o futebol.

O amor ao futebol, vem se mantendo quando assistimos jogos que ficam na nossa memória como os famosos jogaços. 

Mesmo com o futebol brasileiro falido, no dia 05 de maio de 2019 pude acompanhar Fluminense x Grêmio onde o placar terminou 5×4 para o Fluminense.

Um jogo onde as duas equipes buscaram o resultado do início ao fim. Com seus treinadores colocando seus times para frente.

Isso faz com que o amor ao futebol, supere qualquer situação.

Ai você vem para a Ligas dos Campeões, esse no meu ver é o melhor campeonato do mundo, me arrisco a dizer, que é melhor que uma Copa do Mundo.

Onde você vivenciar jogos memoráveis, jogos impressionantes e jogos que fazem você amar ainda mais o futebol.

Pude acompanhar a grande final entre Bayern de Munique x Manchester United que ocorreu ano dia 26 de maio de 1999, no estádio do Camp Nou.

O Bayern de Munique estava vencendo o jogo até os 46m do segundo tempo, quando Sheringham empatou o jogo. 

Quando todos já achavam que o jogo iria  para prorrogação, aos 48m do segundo tempo, Solskjaer marca o segundo gol e da o titulo para o Manchester United.

Outra grande virada que pude vivenciar foi o Barcelona em cima do PSG, no dia 08 de março 2017.

No primeiro jogo a equipe francesa venceu por 4×0 e no Camp Nou conseguiu fazer um gol e no final das conta, acabou perdeu por 6×1, algo estratosférico. 

E hoje dia 07 de maio de 2019, pude vivenciar outra hecatombe no futebol. 

O Barcelona de Lionel Messi vence o Liverpool de Salah por 3×0 jogando no Camp Nou e na volta, acaba sofrendo um virada que fica para história.

O Liverpool fez o que ninguém imaginava que seria possível. Venceu por 4×0.

Fiquei alguns minutos olhando a torcida, os jogadores e o treinador Kloop, do Liverpool, numa sintonia impressionante. Chegou a me emocionar. 

Me recordo que chorei por duas vezes diante o futebol, quando o meu time do coração, o Corinthians, venceu a Libertadores diante o Boca Junior e o Mundial de Clubes contra o Chelsea. 

Quero encerrar esse texto com a música que me faz arrepiar desde a primeira vez que puder ouvi-la – You’ll Never Walk Alone.

FUTEBOL EU TE AMO 

Um grande e forte abraço

Futebol Alegria e Debate, o seu portal do esporte