Colunista Fúria Destaque

GO, SVERIGE!

Olá, caros internautas. No artigo de hoje venho parabenizar a seleção sueca de futebol pela classificação para a Copa do Mundo 2018 na Rússia ao eliminar a Itália na repescagem.

Muitos leitores lamentam a ausência da squadra azurra no torneio mais importante do futebol, mas o correto é parabenizar os escandinavos por serem mais competentes que os italianos. A preparação para uma copa do mundo precisa ser feita com antecedência, mesmo que seja um torneio relativamente curto e que conte com muitos jogadores em momento bom, não necessariamente uma regularidade ou histórico de carreira.

Por exemplo James Rodríguez, Guillermo Ochoa e Tim Howard que foram os destaques da Copa do Mundo 2014 no Brasil mas que não jogam bem em seus respectivos clubes. Ochoa era reserva no Málaga, Tim Howard nunca foi unanimidade nos clubes que passu e James Rodríguez era reserva no AS Monaco, clube que defendia antes do Real Madrid.

Mas falar na seleção da Suécia é falar de uma esquadra nacional que foi:

3º lugar na Copa de 1950 no Brasil

Finalista da Copa de 1958 em casa (a sede da copa de 58 foi a própria Suécia)

3º lugar na Copa de 1994 nos EUA tendo sido eliminada pelo Brasil

Uma seleção que teve o trio lendário Gre-No-Li nos anos 50: Gunnar Gren, Gunnar Nordal e Nils Ledholm, o trio escandinavo que fez história pela seleção e também pelo Milan e que na final contra o Brasil saiu na frente com Liedholm, logo aos 4′ do primeiro tempo. Depois Vavá, Pelé e Zagallo fizeram miséria, mas não foi um jogo de fácil início não.

Na copa de 1994 a Suécia teve campanha de destaque com: Ravelli; Nilsson, Andersson, Björklund e Ljung; Schwarz, Jonas Thern, Brolin e Ingesson; Kennet Andersson, Martin Dahlin, Jesper Blomqvist e o jovem Henrik Larsson. Sob comando de Tommy Svensson.

Futebol Alegria e Debate, o seu portal do esporte.

Abraços,

Twitter : @O_Milanista

Instagram: @henrique_omilanista