Artigos Destaque

JÁ É ROTINA (599)

O esporte no Brasil não é levado a sério de forma algum, principalmente pelos dirigentes que fazem parte. Nem sei se podemos chamar essas pessoas de dirigentes, pois deveriam cuidar para que nossos atletas tivessem condições apropriadas para exercer o seu esporte, mas não é isso que vemos.

O jornalista Lúcio de Castro, trouxe uma reportagem falando sobre o Sr Carlos Nunes, que é presidente da CBB (Confederação Brasileira de Basquete), que esta sendo acusado de desviar e usar dinheiro da CBB para uso próprio.

É impressionante essas coisas.

fadebate_lucio_castro

Carlos Nunes usou o cartão corporativo da entidade para gastos de passagens da sua esposa para França e por comemorar o aniversário da mesma em Cancún, gastando sem limite em ambas as viagens e o pior levando amigos para desfrutar dessa torneira aberta da entidade.

Hoje entendo porque Nenê, Varejão, Splinter, Leandrinho, Raulzinho e Marcelinho Huertas sempre se recusaram a defender a seleção brasileira sem o seguro que é obrigatório fazer e exigido pelos clubes da NBA e FIBA, para garantir a integridade dos jogadores, em caso de contusão.

O Sr. Carlos Nunes nunca quis fazer esse seguro, por achar muito caro e desnecessário. Claro ele queria mesmo era usar o dinheiro com sua esposa e nunca pensou um minuto sequer nos atletas que defendiam a seleção brasileira.

fadebate_carlos_nunes

Podemos compreender também porque nenhum treinador brasileiro quer assumir a seleção e mostra também porque somos a quarta força do basquete.

Infelizmente o esporte brasileiro esta jogado as traças. Para piorar toda essa situação, estamos as portas das Olimpíadas que irá acontecer em 2016 no Rio de Janeiro.

Estamos vendo o que esta acontecendo com o futebol e se apertar mesmo, vamos descobrir que todos os esportes deve estar passando por alguma situação parecida ou pior que essas que estamos vendo. O ano passado tivemos o caso do Vôlei, onde o mesmo Lúcio de Castro, trouxe a tona tudo que a Confederação estava desviando e ganhando de dinheiro com os patrocinadores.

Essa situação se perpetua por um único motivo, o Sr Carlos Nuzman esta a 17 anos a frente do COB (Comitê Olímpico Brasileiro), fazendo e acontecendo sem que ninguém questione alguma coisa. Sem contar que ele encobre tudo que as Confederações fazem, para se manter sempre no poder.

fadebate_carlos_nuzman

A cada revelação dessa, fico triste, porque o esporte no Brasil não avança só retrocede e o jargão que o Brasil é o país do futebol, vem se consolidada cada vez mais, pois nem os próprios presidentes das entidades de outros esportes, fazem qualquer esforço para mudar isso.

A única coisa que podemos fazer, é torcer. Isso mesmo torcer para que aqueles atletas que não fazem parte das panelinhas, possam pelo menos mostrar o amor que tem pelo Brasil e pelo esporte que pratica.

Enquanto nada muda, vamos ficar com as mesmas manchetes de corrupção envolvendo o esporte brasileiro que já vem acontecendo a alguns anos.

Futebol Alegria e Debate, o seu portal do esporte.

Um grande e forte abraço,

andre_soares_portal

1 Comentário

Postar um comentário