Crônicas Destaque

TORCIDA UNIDA

Que a Rua Javari já registrou momentos inesqueciveis no futebol, ninguem duvida. Tem o famoso gol do Pelé, que mais de 85.000 juram que viram naquele dia, embora a capacidade atual do Estadio Rodolfo Crespi é de no máximo 5.000 pessoas.

O famoso Canolis vendido no intervalo, o grito da torcida no momento em que o goleiro adversário vai bater tiro de meta, e o sofrimento do bandeira que corre a 2 metros da torcida, todos estes fatos são conhecidos e confirmados até hoje.

Mas o que aconteceu no sabado, 03 de Março, é inédito.

O jogo foi contra o Taubaté pela Série A3 do Campeonado Paulista e o técnico do Taubaté é o Karmino Colombini, que em 2011 dirigiu o Juventus, e digamos, não era muito querido pela torcida Juventina, tanto que esta passou boa parte do tempo “elogiando” o seu antigo treinador.

Até os 15 minutos do segundo tempo, não tinhamos visto nenhum espetáculo ludopédico, e o Juventus vencia por 1 x 0 e o Taubaté teve um zagueiro expulso.

O Sr. Colombini, tirou o lateral esquerdo e colocou outro zagueiro, o que provocou a ira dos poucos torcedores do Taubaté que vieram à São Paulo, prestigiar a equipe.

Aos 20 minutos, o Juventus fez 2 x 0, e a torcida do Taubaté, já irritada com o seu treinador, passou a xingá-lo com mais veemência.

Eis que então, aconteceu o inesperado. A Torcida do Juventus, chamou a torcida do Taubaté para o teu lado da arquibancada, e diferente do que todos pensam, não foi para brigar e sim….. Para ficarem mais perto do Sr. Colombini e poderem xingá-lo juntos.

As fotos em anexo mostram um pouco deste fato, que se extendeu até o fim do jogo, onde as Torcidas Unidas ficaram aos brados, com um unico objetivo. Não dar paz ao técnico.

Este jogo foi televisionado pela Rede Vida, e talvez eles tenham melhores imagens.

Ahh. Já ia me esquecendo. O jogo terminou 4 x 0 pro Juventus, e assim que o arbitro terminou o jogo, o Sr. Colombini desceu como um raio para o vestiário, que para sua sorte, fica à 2 metros do banco de reservas.

Abraço.

Vicente Reis